Sabemos tudo sobre as vitaminas lipossolúveis?

As vitaminas são compostos orgânicos que sustentam as funções biológicas normais do nosso organismo, sendo necessárias em pequenas quantidades. Dividem-se em 2 grupos: hidrossolúveis (“solúveis em água”) e lipossolúveis (“solúveis em gordura”). Dentro do grupo das vitaminas hidrossolúveis temos a vitamina C e as vitaminas do grupo B, enquanto que as lipossolúveis são as vitaminas: A, D, E e K. Cada vitamina apresenta funções importantes e especificas e nós conhecemo-las todas. Será que conhecemos mesmo?

Veja aqui os outros benefícios das vitaminas lipossolúveis que ainda não conhece.

A deficiência de vitamina A resulta no aumento do número de células produtoras de muco. Esse desequilíbrio impede os pulmões de expelir as partículas nocivas, deixando-os mais susceptíveis às infecções.

A deficiência prolongada de vit.A pode levar à metaplasia do epitélio respiratório, um estágio pré-canceroso. Os fumadores normalmente apresentam os níveis de vit.A baixos, uma vez que os compostos tóxicos presentes no fumo esgotam a reserva de vit.A nos pulmões, podendo contribuir para o desenvolvimento de cancro do pulmão.

Nos últimos anos foram identificados outros tecidos que respondem à acção da vit.D. No músculo a vitamina D activa os canais de cálcio, assim está envolvida na regulação da contracção muscular. A vitamina D afecta também a secreção de insulina no pâncreas; influencia o crescimento e a renovação celular ao nível da pele; actua nas células cancerígenas inibindo a sua proliferação.

A indústria alimentar há muito utiliza o efeito antioxidante da vitamina E para enriquecer gorduras e óleos a fim de evitar a sua peroxidação. A vitamina E tem uma grande afinidade com os radicais livres por isso impede as reacções de oxidação em cadeia, conferindo aos óleos e outras gorduras alimentares uma maior duração e qualidade.

A vitamina K participa na formação de uma proteína chamada osteocalcina, proteína esta que inibe a mobilização de cálcio dos ossos na menopausa. Assim um consumo regular de produtos lácteos e fontes de vitamina K na menopausa pode reduzir a perda da massa óssea, a fragilidade dos ossos e a incidência de fracturas.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

insert emoticons